Museu do Amanhã exibe moda sustentável e tecnológica

No dia 14 de julho o Museu do Amanhã, localizado no Rio de Janeiro, recebeu a exposição chamada Interface Interlace. Misturando moda e tecnologia, o objetivo do projeto era exibir peças que fossem capazes de fazer as pessoas repensarem a forma como consomem moda, a partir da maneira que se vestem, é claro.

Todas as peças mostradas teriam sido feitas a partir de materiais sustentáveis, envolvendo desde biotecidos, laser e impressão 3D, tudo bem futurista como sugeria a proposta da Interface Interlace, que trouxe ao público um casaco que vira mochila, e um colar de segurança que é acionado a partir do comando de voz de quem usa.

A exposição foi fruto de experimentos de um projeto anterior denominado Programa de Tecnologia na Moda, e o Museu do Amanhã fez uma parceria com a plataforma O Cluster e a Biotecam, uma startup de biotecnologia.

(Imagem: TechTudo)

Todos os produtos mostrados ali foram resultado do trabalho de profissionais como especialistas em tecnologia, em parceria com designers. É claro que foram necessárias muitas horas de análises e tentativas, já que se trata de um projeto totalmente inovador, e que depende de conhecimento específico.

De acordo com a diretora do Laboratório de Atividades do Amanhã, Marcela Sabino, o Tecnologia da Moda, como foi chamado o projeto, quer unir moda com impressão 3D, biotecidos, eletrônica e sensores, aplicando tudo isso ao que vestimos.

Na foto abaixo, podemos ver um dos resultados dessa união. Uma bolsa feita a partir de biotecido, que além de ter um design super original, serve também para carregar celulares. Muito funcional, não acham?

(Imagem: TechTudo)

E não se trata de uma ideia aleatória, que só serve para uma exposição e fim. Quem pôde conferir a exposição notou que a parceria moda+tecnologia realmente funciona, e pode ser facilmente inserida na vida dos consumidores.

Uma das peças de mais sucesso da exposição foi o colar com comando de voz. Esse produto tem capacidade de acionar parentes ou amigos quando a pessoa que está usando-o se encontra em uma situação de perigo. Além disso, nada de pensar que os produtos têm uma aparência exótica demais para ser usados no dia a dia. As peças são comerciais, e ainda podem trazer inúmeros benefícios à vida do consumidor.

Jornalista, do Vale do Paraíba para a Grande São Paulo. Apaixonada por moda. Acredito que moda, e a expressividade, andam juntas e podem dar voz àqueles que não têm.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.